Portal do Governo Brasileiro

REUNI - Reestruturao e Expanso das Universidades Federais

UFRA

Unifesp aprova construção de moradias estudantis

O Conselho de Assuntos Estudantis aprovou, em sua última reunião realizada no dia 28 de março, a construção de moradias estudantis em todos os campi da universidade. Está prevista a entrega de 480 vagas em 2012 e mais 480 vagas em 2014. O projeto será incluído no Plano Plurianual (2012-2015) que a Unifesp envia ao MEC ainda no mês de abril. Durante este ano, a PRAE planeja a conclusão e detalhamento dos projetos de moradias, bem como a obtenção de terrenos em cada uma das seis cidades que abrigam os campi da universidade.

Para que o projeto de moradia estudantil seja concretizado, a Unifesp está realizando vários estudos de projetos já existentes em outras universidades. A UNESP está ajudando a universidade ao fornecer informações e a observação de modelos existentes na sua entidade.

O pró-reitor de Assuntos Estudantis, prof. Luiz Leduíno, e a comissão paritária para estudo da implantação de moradias estudantis estiveram no dia 25 de março visitando duas moradias estudantis da UNESP. A finalidade da ação foi a de estudar, presencialmente, projetos que visem à viabilização de projeto semelhante na Unifesp, com início previsto para 2012.

Segundo o prof. Luiz Leduíno, o principal motivo para ele ter aceitado o honroso convite do reitor da Unifesp, Walter Albertoni, para assumir a PRAE - Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis foi a de buscar a concretização das moradias estudantis na Unifesp. “Considero a demanda fundamental. Confio muito na comissão paritária de estudo da implantação de moradias estudantis, que tem se engajado nesta tarefa. Estamos nos dedicando ao máximo para viabilizar as moradias, tão essenciais no processo de democratização do acesso e permanência na universidade. A moradia deve fazer parte da universidade e estar também inserida na comunidade, contribuindo para a melhoria do seu entorno”, explica o prof. Leduíno.

O reitor Walter Albertoni é favorável a criação de moradias estudantis, para propiciar as condições necessárias à manutenção dos alunos na universidade. “Para disponibilizar esse benefício a um maior número de alunos será preciso fazer análises criteriosas, a fim de saber quem realmente necessita de moradia. É um processo que demanda responsabilidade de todos: alunos, docentes e servidores”, afirma o reitor.

Com a finalidade tornar público o projeto e analisar as propostas existentes, a PRAE realizará no dia 29 de abril, no anfiteatro Leitão da Cunha, Fórum Repertorial de Habitação Estudantil, das 9h às 12h, que contará com a presença de arquitetos e historiadores da Unifesp e de outras universidades; um representante da COHAB; membros da Comissão de Moradias Unifesp e integrantes da Pró-reitoria de Assuntos Estudantis. O Fórum repertorial será transmitido, ao vivo, pela intranet da universidade.

Assessoria de Comunicação Unifesp

 

VÍDEOS

 

© Ministério da Educação. Todos os direitos reservados | Desenvolvimento: DTI - MEC - Governo Federal